Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Conquista, mercês e poder local: a nobreza da terra na América portuguesa e a cultura política do Antigo Regime

Maria Fernanda Baptista Bicalho

Resumo


Esse texto pretende, ao dialogar com o artigo "O 'Ethos' Nobiliárquico no final do Antigo Regime: poder simbólico, império e imaginário social", de Nuno Gonçalo Monteiro, pensar na formação das elites senhoriais da América portuguesa a partir de uma cultura política de Antigo Regime. Propõe-se a discutir a utilização do conceito de nobreza da terra na definição dessas elites, partindo do argumento de que a conquista ultramarina abriu um novo e alargado campo de possibilidades de prestação de serviços à monarquia e de remuneração dos mesmos pela coroa. Nesse sentido a formação da nobreza da terra no ultramar - numa sociedade escravista - teria se dado a partir da dinâmica de práticas e de instituições regidas pelo ideário da conquista, pelo sistema de mercês e pelo exercício do poder municipal.

Palavras-chave


elites;Império português;Antigo Regime;câmaras municipais;história política

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1808-8139.v0i2p21-34

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.