Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Lista das Plantas Vasculares de Catolés, Chapada Diamantina, Bahia, Brasil

D.C. Zappi, E. Lucas, B.L. Stannard, E.N. Lughadha, J.R. Pirani, L.P. Queiroz, S. Atkins, D.J.N. Hind, A.M. Giulietti, R.M. Harley, A.M. de Carvalho

Resumo


Este trabalho trata do levantamento das espécies de plantas vasculares da região de Catolés, na Chapada Diamantina, BA. O local de estudos localiza-se entre os municípios de Abaíra e Piatã, entre as latitudes 13°13'S e 13°25'S, e as longitudes 41°37' e 41°59'W, englobando uma área de aproximadamente 880 km' acima de 1.000m s.n.m., incluindo o Pico do Barbado (2.033 m), com vegetação predominantemente de campo rupestre. A presente lista compreende 1713 espécies, distribuídas em 142 famílias, das quais sobressaem-se as Compositae (179 espécies), Leguminosae (161 espécies), Melastomataceae (105 espécies), Orchidaceae (76 espécies), Rubiaceae (60 espécies), Eriocaulaceae (55 espécies), Myrtaceae (53 espécies), Verbenaceae (49 espécies), Euphorbiaceae (48 espécies) e Gramineae (48 espécies). O cálculo de riqueza de espécies na área resultou em 689 para Catolés, ao passo que, para o Pico das Almas, o número encontrado foi de 509. Isto sugere que, independentemente do diferente tamanho da amostragem, a área de Catolés apresenta maior diversidade tanto de espécies como de gêneros, do que aquela observada para a Flora do Pico das Almas.

Palavras-chave


vascular plants; floristics; checklist; campo rupestre; Chapada Diamantina; Bahia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v21i2p345-398

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.