Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Manifestos de quem não tem o que dizer: adolescentes contemporâneos e os graffiti de rua

Fernanda Costa-Moura

Resumo


O artigo parte da pesquisa em andamento sobre as manifestações da crise da adolescência como indicador dos efeitos da ciência no campo do sujeito, que tem por objeto as transformações que a ciência opera não apenas na realidade, mas também sobre a linguagem como campo em que o sujeito se constitui. Visa a situar a discursividade própria das pichações de rua referida à subversão promovida no funcionamento ordinário da linguagem e baseada na análise das incidências das operações transformadoras do discurso sobre o sujeito que estão na origem de nosso funcionamento social contemporâneo ordenado pela ciência.

Palavras-chave


Graffiti;Ciência;Sujeito;Contemporaneidade;Lalangue

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v10i18p116-130

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.