Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Psicose e autismo na infância: problemas diagnósticos

M. Cristina Kupfer

Resumo


No presente artigo, discute-se que um diagnóstico diferencial da psicose e do autismo deve superar a dicotomia organogênico/psicogênico, introduzir a incidência do discurso contemporâneo sobre o autismo e levar em conta a passagem do autismo para a psicose. Este diagnóstico assim formulado terá conseqüências clínicas sobre a direção do tratamento, em especial sobre a escuta dos pais. Aposta-se que, para eles, fará diferença que um psicanalista oponha resistência à objetalização da criança e à "desresponsabilização" do Outro materno.

Palavras-chave


Autismo;diagnóstico;psicose infantil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v4i7p96-107

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.