Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Retrato de Anarda ou a lira aguda de Manuel Botelho de Oliveira

Jean Pierre Chauvin

Resumo


Publicada pela primeira vez em 1705, Música do parnaso foi reeditada apenas no século XX. Este hiato de tempo dificultou o acesso dos leitores e parece vincular-se a uma concepção de literatura nacionalista, que passou a vigorar no final do século XVIII e foi intensificada durante o nosso Romantismo. Neste trabalho, propõe-se a análise de algumas liras de Manuel Botelho de Oliveira, considerando aspectos relacionados à poética seiscentista.


Palavras-chave


Manuel Botelho de Oliveira; Música do parnaso; poética

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2015.115201

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Opiniães