Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Staphylococcus aureus em leite cru. I. Contagem, verificação da enterotoxigenicidade e fagotipagem das cepas isoladas

Wanderley Pereira de Araujo, Sebastiao Timo Iaria, Gil Vianna Paim, Carlos Sole-Verni

Resumo


Foram analisadas 100 amostras de leite cru, obtidas na plataforma de recepção da Usina de Pasteurização do Centro Intraunidade de Zootecnia e Indústrias Pecuárias (CIZIP) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, localizado no Município de Pirassununga, SP. A partir de cada amostra realizou-se a contagem de S. aureus, em ágar Baird-Parker a 37 0C por 24-48 horas, sendo as cepas isoladas identificadas através da verificação microscópica da morfologia e das provas de produção de catalase, de fermentação/oxidação de glicose e da produção de coagulase e termonuclease. Das amostras analisadas, 50 revelaram-se positivas para S. aureus, com contagens que variaram de 30 a 110.000/ml de leite. Das amostras positivas foram isoladas 201 cepas, as quais foram submetidas e verificação da capacidade produtora de enterotoxina estafilococica, empregando-se um método de cultura em saco de celofane. Para a constatação da presença de enterotoxina nos extratos obtidos, usou-se o processo da dupla imunodifusão em gel, em laminas. Do total de cepas examinado, apenas uma, isolada de una amostra com 860 S. aureus por ml de leite, mostrou-se produtora de enterotoxina do tipo B. A fagotipagem esta cepa foi lisada unicamente pelo fago 53, pertencente ao Grupo III do Conjunto Básico Internacional Humano e ao Grupo III do Conjunto Básico Bovino.


Palavras-chave


Slaphylococcus aureus ; leite (microbiologia)

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v26i2p187-198

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.