Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Inventário poético para uma morte (des)figurada

Rodrigo Santos de Oliveira

Resumo


Este estudo pretende analisar a representação da morte na poesia de Hilda Hilst desde as obras iniciais até Da morte. Odes mínimas (1980), em que o significante temático se instala numa poética de (des)figuração. Para delinear essa hipótese, serão consideradas as seguintes máscaras discursivas da morte: o feminino, o animal e o duplo. A catalogação desses disfarces permite ler a obra a partir do formato inventário.


Palavras-chave


Hilda Hilst; morte; máscara; inventário

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2010.108640

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2010 Opiniães