Os referenciais geoculturais na crítica jornalística de cinema: um estudo de caso a partir de Bacurau

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2023.217611

Palavras-chave:

Crítica cinematográfica, Crítica jornalística, Gênero discursivo, Bacurau, Kleber Mendonça Filho

Resumo

Este artigo busca demonstrar como os referenciais geoculturais e contextos político-ideológicos em que se inserem os críticos de cinema influenciam os argumentos que utilizam em suas análises. Essa abordagem toma como base um estudo de caso do filme brasileiro Bacurau, codirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, e toma como procedimento metodológico a Análise Temática. Para isso, elegeu-se como corpus um conjunto de 52 críticas jornalísticas do filme escritas em português, inglês e francês, veiculadas em diferentes plataformas. Recorte de uma pesquisa mais ampla, os resultados da análise evidenciam como os críticos buscam legitimar suas posições de saber diante da obra fílmica, a partir de construções discursivas amparadas em certas estratégias recorrentes de referências subjetivas, contextuais e cinematográficas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Vinícius Oliveira Rocha, Universidade Federal de Sergipe

    Mestre em Comunicação no PPGCOM-UFS. Graduado em Jornalismo, na Universidade Federal de Sergipe. Bolsista do PIBIC no projeto de pesquisa "Geografias dos grupos de mídia na Região Nordeste" entre os anos de 2017 e 2019. 

  • Sonia Aguiar, Universidade Federal de Sergipe

    Professora do curso de graduação em Jornalismo e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Fez estágio pós-doutoral no Programa de Pós-graduação em Geografia da UFF (2014-2015). Jornalista graduada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com mestrado em Comunicação pela ECO-UFRJ e doutorado em Comunicação/Ciência da Informação (ECO-UFRJ/Ibict).

Referências

ALLIN, A. Bacurau: chronique. Cinema Teaser, 24 set. 2019. Disponível em: https://www.cinemateaser.com/2019/09/74588-bacurau-chronique. Acesso em: 10 mai. 2022.

ALTMANN, E. Olhares da recepção, a crítica cinematográfica em dois tempos. Caderno CRH, Salvador, v. 21, n. 54, p. 611-622, 2008.

ARAÚJO, I. Réplica: Críticos dizem que ‘Bacurau’ é um filme de propaganda; e daí?. Folha de S.Paulo, 16 set. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/09/criticos-dizem-que-bacurau-e-um-filme-de-propaganda-e-dai.shtml#:~:text=Por%20fim%2C%20%C3%A9%20da%20ordem,contra%20a%20vontade%20de%20matar. Acesso em: 22 jun. 2022.

BACURAU. Direção: Juliano Dornelles, Kleber Mendonça Filho. Produção: Said Ben Said e Michel Merkt. Roteiro: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. São Paulo: Ancine; Paris: Arte France Cinéma, 2019. 1 DVD (131 min).

BALLERINI, F. Jornalismo cultural no século 21: literatura, artes visuais, teatro, cinema e música: as novas plataformas, o ensino e as tendências na prática. São Paulo: Summus, 2015.

BARRETO, R. C. Crítica ordinária: a crítica de cinema na imprensa brasileira. 2005. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

BASSO, E. F. C. Jornalismo cultural: uma análise sobre o campo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 29., 2006, Brasília, DF. Anais eletrônicos […]. São Paulo: Intercom, 2006.

BENTO, E. Crítica: Bacurau é o Nordeste que resiste à barbárie fascista. Diário de Pernambuco, 24 ago. 2019. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/viver/2019/08/critica-bacurau-e-o-nordeste-que-resiste-a-barbarie-fascista.html. Acesso em: 26 maio 2021.

BORDWELL, D. Making meaning: inference and rhetoric in the interpretation of cinema. New Heaven: Harvard University Press, 1991.

BORNET, J. « Bacurau », fable futuriste du Brésil, formidable Prix du jury à Cannes. France Info Culture, 24 set. 2019. Disponível em: https://www.francetvinfo.fr/culture/cinema/festival-de-cannes/bacurau-film-bresilien-envoutant-et-formidable-prix-du-jury-a-cannes_3629569.html. Acesso em: 10 maio 2022.

BOSCOV, I. Lógica de Bacurau é tão desalentadora quanto a do extremo oposto. Veja, 30 ago. 2019. Disponível em: https://veja.abril.com.br/coluna/isabela-boscov/bacurau/. Acesso em: 7 out. 2020.

CAMIA, G. M. Cannes Review: ‘Bacurau’ is a John Carpenter-inspired, politically-fueled revenge fantasy. The Film Stage, 17 maio 2019. Disponível em: https://thefilmstage.com/cannes-review-bacurau-is-a-john-carpenter-inspired-politically-fueled-revenge-fantasy/. Acesso em: 10 out. 2020.

CARMELO, B. Uma introdução à crítica de cinema na internet. In: SILVA, P. H. (Org.). Trajetória da crítica de cinema no Brasil. Belo Horizonte : Letramento: Abbraccine, 2019. p. 420-437.

CARVALHO, R. O lugar da crítica de cinema como gênero do jornalismo cultural e sua crise. Baleia na Rede: Estudos em Arte e Sociedade, Marília, v. 1, n. 10, 2013. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/baleianarede/article/view/3361. Acesso em: 19 jun. 2022.

CARVALHO, R. A crítica de cinema em tempos de mídia digital. In: ENECULT, 15., 2019, Salvador. Anais eletrônicos […]. Salvador: UFBA, 2019.

CASTILLO, M. Bacurau. Roger Ebert, 6 mar. 2020. Disponível em: https://www.rogerebert.com/reviews/bacurau-movie-review-2020. Acesso em: 8 abr. 2022.

CHAPUIS, M. “Bacurau”, place de résistance. Libération, 24 set. 2019. Disponível em: https://www.liberation.fr/cinema/2019/09/24/bacurau-place-de-resistance_1753298/. Acesso em: 10 maio 2022.

CRUMP, A. Bacurau is the best John Carpenter movie Carpenter didn’t actually make. Polygon, 6 mar. 2020. Disponível em: https://www.polygon.com/2020/3/6/21167319/bacurau-review-movie-brazilian-thriller-john-carpenter-homage-sonia-braga-udo-kier. Acesso em: 8 abr. 2022.

DALTON, S. Bacurau: Film Review | Cannes 2019. The Hollywood Reporter, 15 maio 2019. Disponível em: https://www.hollywoodreporter.com/movies/movie-reviews/bacurau-review-1211067/. Acesso em: 7 out. 2020.

DUGOIS, J. Si tu y vas, va en paix. aVoir-aLire, 26 set. 2019. Disponível em: https://www.avoir-alire.com/bacurau-la-critique-du-film-40390. Acesso em: 10 maio 2022.

FREY, M. The anxiety of influence: the “golden age” of criticism, the rise of the TV pundit, and the memory of Pauline Kael. In: FREY, M.(Org.). The permanent crisis of film criticism: the anxiety of authority. Amsterdã: Amsterdam University Press, 2015. p. 101-124.

FORLIN, M. A baixeza de Bacurau. Estado da Arte, 30 ago. 2019. Disponível em: https://estadodaarte.estadao.com.br/a-baixeza-de-bacurau/. Acesso em: 24 set. 2020.

FOUBERT, F. Bacurau: Drôle de genre [Critique]. Premiere, 24 set. 2019. Disponível em: https://www.premiere.fr/Cinema/News-Cinema/Bacurau-Drole-de-genre--Critique. Acesso em: 10 maio 2022.

GOMES, R. A função retórica da crítica de cinema: análise das resenhas de Central do Brasil. BOCC, 2004. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/gomes-regina-retorica-cinema.html. Acesso em: 13 nov. 2021.

HESSEL, M. Bacurau. Omelete, 19 ago. 2019. Disponível em: https://www.omelete.com.br/filmes/criticas/bacurau. Acesso em: 8 abr. 2022.

IDE, W. ‘Bacurau’: Cannes review. ScreenRant, 15 maio 2019. Disponível em: https://www.screendaily.com/reviews/bacurau-cannes-review/5139446.article. Acesso em: 8 abr. 2022.

MORISAWA, M. “Bacurau” e um Brasil distópico. Continente, 3 jul. 2019. Disponível em: https://revistacontinente.com.br/edicoes/223/-bacurau--e-um-brasil-distopico. Acesso em: 24 set. 2020.

MULLER, M. Bacurau. Papo de Cinema, 16 ago. 2019. Disponível em: https://www.papodecinema.com.br/filmes/bacurau/. Acesso em: 8 abr. 2022.

NICOLET, V; DICKELI, J-F. Kleber Mendonça Filho et Juliano Dornelles – « Bacurau ». Culturopoing.com, 25 set. 2019. Disponível em: https://www.culturopoing.com/cinema/sorties-salles-cinema/kleber-mendonca-filho-et-juliano-dornelles-bacurau/20190923. Acesso em: 10 maio 2022.

PIZA, D. Jornalismo cultural. São Paulo: Contexto, 2013.

RESES, G; MENDES, I. Uma visão prática da Análise Temática: exemplos na investigação em multimédia em educação. In: COSTA, A. P.; MOREIRA, A.; SÁ, P. (Orgs.). Reflexões em torno de Metodologias de Investigação: análise dos dados. Aveiro: UA Editora, 2021. p. 13-28.

RIAUX, S. Bacurau: critique qui tire dans le tas. Écran Large, 17 nov. 2020. Disponível em: https://www.ecranlarge.com/films/critique/1098621-bacurau-critique-qui-tire-dans-le-tas. Acesso em: 10 maio 2022.

ROCHA, V. O. A crítica de cinema como gênero discursivo jornalístico: um estudo de caso a partir de Bacurau. 2023. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2023.

SANTOS, L. G. Crítica cinematográfica: análise dos argumentos e sistematização do discurso. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Publicidade e Propaganda) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.

SCHALLER, N. Bacurau. L’Obs, 25 set. 2019. Disponível em: https://www.nouvelobs.com/cinema/20190925.OBS18887/bacurau-ceux-qui-travaillent-les-films-a-voir-ou-pas-cette-semaine.html. Acesso em: 10 maio 2022.

SILVA, P. H. Trajetória da crítica de cinema no Brasil. Belo Horizonte: Letramento; Abbraccine, 2019.

TEIXEIRA NETO, W. de M. A vídeo-crítica de cinema no Brasil: práticas em curso no YouTube. 2020. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporânea) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2020.

VILLAÇA, P. Bacurau. Cinema em Cena, 15 maio 2019. Disponível em: https://cinemaemcena.com.br/critica/filme/8490/bacurau. Acesso em: 8 abr. 2022.

VOLCOF, V. Bacurau (2019): um filme (e um pássaro) que não se apequena. Cinema com Rapadura, 23 ago. 2019. Disponível em: https://cinemacomrapadura.com.br/criticas/557452/critica-bacurau-2019-um-filme-e-um-passaro-que-nao-se-apequena/. Acesso em: 8 abr. 2022.

WHITTAKER, R. Bacurau. The Austin Chronicles, 27 mar. 2020. Disponível em: https://www.austinchronicle. com/events/film/2020-03-20/bacurau/. Acesso em: 8 abr. 2022.

XAVIER, I. O papel estratégico da crítica na formação do pensamento cinematográfico. Rumores, São Paulo, v. 13, n. 25, p. 12-31, 2019. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/155969. Acesso em: 19 jun. 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Edição

Seção

Dossiê

Como Citar

Os referenciais geoculturais na crítica jornalística de cinema: um estudo de caso a partir de Bacurau. RuMoRes, [S. l.], v. 17, n. 34, p. 242–265, 2023. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2023.217611. Disponível em: https://revistas.usp.br/Rumores/article/view/217611.. Acesso em: 28 maio. 2024.