Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Atividades de monitoria: uma possibilidade para o desenvolvimento da sala de aula

Fernando Rezende da Cunha Júnior

Resumo


O objetivo deste trabalho é discutir como os alunos se tornam agentes colaborativos do processo de ensino-aprendizagem, bem como apresentar os resultados obtidos a partir da implementação de um projeto de intervenção em contexto escolar envolvendo atividades de monitoria em sala de aula. As atividades de monitoria consistem em formar grupos de três a quatro alunos, com um monitor, para que eles possam realizar as tarefas de sala de aula propostas pelo professor. Este estudo está baseado na teoria da atividade sócio-histórico-cultural, trazendo conceitos centrais da obra de Vygotsky, como zona de desenvolvimento proximal (ZDP), sentidos e significados. Tais conceitos são fundamentais para o entendimento da emergência da agência colaborativa. Metodologicamente, este trabalho baseia-se na pesquisa crítico-colaborativa (PCCol), que possibilita que todos da comunidade escolar tenham participação ativa no desenvolvimento das atividades. Os dados utilizados foram extraídos de gravações de aulas e de um questionário respondido pelos alunos. Como forma de análise, utilizamos análise de conversação e de padrões discursivos. Os resultados obtidos sugerem que, ao serem coautores do projeto de intervenção, os alunos desenvolvem um maior potencial para a agência colaborativa, de forma a aplicar os conceitos e regras desenvolvidos durante a fase de implementação do projeto para outras atividades fora do contexto inicial da pesquisa.

Palavras-chave


Monitoria; Agência colaborativa; Colaboração; Expansão da atividade

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1517-9702201707154754

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Educação e Pesquisa

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.