Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Sobre a legitimação do campo do gênero na ANPEd

Márcia Ondina Vieira Ferreira, Márcia Cristiane Völz Klumb Coronel

Resumo


A trajetória dos estudos de gênero no Brasil é atravessada por contendas com a intenção de alcançar visibilidade, buscando a legitimação dos mesmos no campo científico, sendo que várias autoras referem que esse processo foi levado adiante por meio de núcleos de estudo e pesquisa presentes em diversas instituições, em especial desde os anos 1970. A partir dessa ideia, o trabalho busca verificar como vem ocorrendo a inclusão do gênero no espaço da ANPEd (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação), usando para isso resultados de um estado da arte a respeito. Duas são as questões perseguidas pelo trabalho. A primeira refere-se a como está o processo de constituição do campo do gênero na ANPEd, abordando o período compreendido entre 2000 e 2011: há indícios de legitimação? A segunda questão diz respeito a quais forças sustentam o referido campo: há grupos de pesquisa com atuação frequente e preeminente no espaço da ANPEd, de forma a garantir seu desenvolvimento e multiplicação de estudos? Para problematizar essa questão o período de tempo analisado será o compreendido entre 2007 e 2011. Os resultados apontam para um processo de ampliação de visibilidade – sem que se possa falar em total legitimação –, garantido por disputas levadas a efeito especialmente por grupos de pesquisa radicados no GT 23 (Gênero, Sexualidade e Educação).

Palavras-chave


Gênero; Sexualidades; Produção científica; ANPEd; Grupos de pesquisa

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1517-9702201707159961

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Educação e Pesquisa

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.