Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A clínica infantil e o processo criativo: considerações estéticas sobre a brincadeira do fort-da

Isabela Vieira de Almeida Cardoso, Angela Maria Resende Vorcaro

Resumo


Este artigo tem a intenção de elaborar a práxis psicanalítica com crianças submetidas a experiências de forte impressão devido à condição precária de simbolização, a partir de uma interlocução entre psicanálise e arte. Para compreender melhor a importância desse diálogo, foi utilizado o filme O menino e o mundo, de forma a relacionar tal objeto de arte com o conceito central do trabalho, a saber, a repetição e sua relação com a constituição psíquica atravessada pela cultura. Abordaremos possibilidades de atualização e tratamento da cena traumática pelo sujeito através da performance. 


Palavras-chave


psicanálise; tratamento de crianças; repetição; performance.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v22i1p45-63

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.